Amor a maneira de Deus



"Um novo mandamento vos dou: que vos ameis uns aos outros; assim como Eu vos amei; que dessa mesma maneira tenhais amor uns para com os outros. Através deste testemunho todos reconhecerão que sois meus discípulos: se tiverdes amor uns pelos outros.”

João 13:34 e 35


Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo era síntese da lei e dos profetas; Os rabinos sabiam, Jesus sabia disso e os mestres da lei também sabiam. Amar a Deus e ao próximo como a si mesmo era a síntese da lei de Moisés. 
Mas Jesus vem, e aparece dizendo: um novo mandamento vos dou. Mas que mandamento seria esse? Pois, o mandamento de amar uns aos outros não era novo. Mas em que sentido seria novo? Jesus estabelece um novo padrão. Até então, o meu padrão de amor era o amor a mim mesmo. "E ele replicou: “Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todas as tuas forças e com toda a tua capacidade intelectual’ e ‘Amarás o teu próximo como a ti mesmo" - Lucas 10:27. Mas Jesus vem com uma nova mensagem, uma nova proposta, um novo padrão; "Amem como eu vos amei...". O padrão de amor não é mais o amor a mim mesmo, mas sim amar como Cristo amou. 

E queridos, amar como Cristo amou é ter de fato na nossa vida um amor marcado pela renúncia. Em Efésios 5:25 temos um vislumbre através da palavra do nível desse amor, quando Paulo vai dizer aos maridos "Vós, maridos, amai vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela..." 

O amor de Cristo é um amor marcado por entrega e renúncia. 
Tantas vezes nos nossos relacionamentos, seja com nossa família, cônjuge ou amigos, temos várias oportunidades de ceder, mas mesmo assim batemos o pé e sempre gostamos de fazer da nossa forma.


Uma briga com a esposa que poderia ser evitada, ou ainda, deixar um dia de fazer algo que se gosta para realizar uma gentileza na ajuda para com os pais, podem ser exemplos fatídicos de onde podemos mostrar o amor de Cristo; 


O nosso amor é falho. 

O nosso amor é desistente. 

Quer viver um amor no seu casamento para a vida toda? Ame como Cristo. 
Entregue-se. É um nível de amor profundo, intenso, e indiscutivelmente completo. 
Amando no amor de Cristo, através de Cristo não há espaços para viver a vida de maneira triste e desgostosa. 

Experimente hoje realizar tarefas que mostrem seu amor por alguém. 

Amor não é sentimento, amor é atitude. Como já disse em outros textos, as gentilezas são o combustível do amor. E Cristo é amor que nos faz ser diferentes.


Que Deus te abençoe,
Um abraço,
Andy
Andy Veríssimo Blogueiro

Cristão, publicitário de profissão, teólogo e poeta nas horas vagas. Músico e ministro de louvor, amante de sorrisos, do amor, dos livros e de bacon, é claro. Desde pequeno, sempre escrevi poesias, sempre apaixonado pela escrita decidi colocar alguns desses retalhos num blog.

Nenhum comentário:

Postar um comentário