Como montar uma ministração de louvor





“O resultado desse glorioso encontro entre o humano e o Divino é a adoração”. 



Bom dia galerinha, tudo na paz?
nessa manhã trarei a vocês a continuação do estudo que iniciamos na semana passada que é direcionado a ministérios de louvor.

Como montar uma ministração de louvor? Hoje abordaremos dois pontos importantes para a montagem da ministração. Estou abordando aos poucos para que os textos não fiquem longos.

Querido leitor, você já passou por aquela situação em que o seu grupo marcou o ensaio para as 9hrs da manhã no domingo e na hora do ensaio vocês escolheram as músicas para ensaiar e ministrar a noite?
Ou ainda, bem na hora da ministração o líder pega a pasta de música separada por ordem alfabética (isso quando está dessa forma rsrsrs) e ali o líder vai foleando as páginas até encontrar uma música que ele julgue adequada para aquele momento?

Na verdade isso ocorre pela falta de instrução para o ministério ou ainda pela falta de compromisso mesmo. Existem pessoas que são chamadas para o ministério de louvor mas não tem a vocação de Deus para isso, e nesse assunto abordarei em outros estudos. O que eu gostaria de sinalizar, é que o louvor é uma parte muito importante do culto. O louvor tem a função de preparar nosso coração para receber a palavra de Deus, e indo um pouco além, nós nos envolvemos com o próprio Deus através do louvor. Diz a bíblia que "Deus habita em meio aos louvores do seu povo". - Salmos 22:3

Já vivi coisas incríveis através de momentos intensos de adoração. Momentos estes inesquecíveis onde Deus cumpriu a palavra de Salmos 22, onde ele veio e habitou onde nós estávamos e me abraçou trazendo cura, liberdade e seu amor ao meu coração. Entender a funcionalidade e a importância  desse momento deveria nos despertar para uma melhor preparação. 

Em primeiro lugar busque a Deus sobre o que ele quer falar em determinada ministração. Deus está sempre falando, mas nem sempre estamos ouvindo. As vezes a correria do dia a dia rouba nossa atenção. Então busque em oração, jejum, e em momentos a sós com Deus. Invoca-me e te responderei e te mostrarei coisas grandes e firmes que não sabes.  - Jeremias 33:3

Mas Andy, Deus vai me dar as músicas?
Bom, já aconteceu de Deus me falar de músicas em específico, mas na maioria das vezes Deus me dirige a um tema para a ministração de louvor e partir desse tema vou alocando as canções. 

As vezes na mesma ministração temos músicas de exaltação, graças, cura, libertação, fora quando o ministro de louvor quer pregar no meio da música... e aí na pregação o pastor traz algo que não teve nada em relação ao ministrado no louvor. É interessante trabalhar os temas, para que a ministração se fixe para o ouvinte. É incrível quando aquilo que você preparou é exatamente aquilo que será pregado no culto. Vemos uma direção poderosa de Deus quando abrimos nosso coração para viver isso nesse nível.

Se o culto acabar as 22hrs e 30 minutos depois você perguntar a algum desapercebido o que foi pregado, provavelmente ele não se lembrará. Pode até ser que uma ou outra música ele lembre, lógico que vai variar de pessoa para a pessoa, mas na maioria das vezes acontece isso. Então trabalhar com temas é importante. Você pode perguntar ao seu pastor também com antecedência sobre o que ele irá pregar e aí você pode preparar uma ministração que dê enfase na mensagem que será pregada.

Em segundo lugar, depois de ter buscado a Deus, veja seu portfólio de músicas com antecedência. Separe as canções e envie para os músicos pelo menos com uma semana antes, esse tempo é tolerável. O ideal são duas semanas. Se tratando de que vocês já tocaram todas as músicas, e vale lembrar que  nada de colocar todas as cancões novas.  Uma é o ideal. Muitos ministros não se dão ao trabalho nem de colocar a música no projetor e ainda trazem canções novas para ministrar, ai fica difícil. 

Num próximo estudo abordaremos a lista de músicas e a postura do líder de louvor no momento da ministração. Mas lembre-se, antes de ministrar louvores a Deus, busque-o. Certo dia, numa aula com a Ana Paula Valadão no seminário, ouvi ela dizer assim "Quem canta ora duas vezes". Será que o que cantamos reflete a realidade do nosso coração ou é apenas música? Jesus sempre se retirava para os lugares secretos para ter seu momento com Deus, ali ele se alimentava e quando saía desses momentos a sós a glória de Deus brilhava através de sua vida por milagres sinais e prodígios. Deus quer te dar experiências incríveis através dessa ferramenta chamada música, você só precisa buscá-lo. A adoração começa quando você já se prepara com antecedência para a ministração. 

Se preparar é adorar. Que seu coração esteja queimando de amor por Deus cada vez que você se dirigir a Igreja para guiá-la em adoração. Clique no link da frase que abriu esse estudo e que o Espírito Santo te desperte através dessa canção para entrar no santo dos santos.




Que Deus te abençoe,
no amor de Cristo...
Andy


Andy Veríssimo Blogueiro

Cristão, publicitário de profissão, teólogo e poeta nas horas vagas. Músico e ministro de louvor, amante de sorrisos, do amor, dos livros e de bacon, é claro. Desde pequeno, sempre escrevi poesias, sempre apaixonado pela escrita decidi colocar alguns desses retalhos num blog.

2 comentários:

  1. que bom Carla, logo sairão mais textos com esse tema. Obrigado pela visita!

    ResponderExcluir