Espectador ou Adorador, qual você é?


        Algo me chamou atenção durante o culto de hoje. Após meu momento com o Senhor, percebi dois tipos de pessoas na comunidade religiosa. Os Espectadores e os Adoradores. Muitas pessoas estavam assistindo, outras, totalmente envolvidas entregando o coração. 

Refletindo sobre o assunto, pensei:

       Quando somos espectadores? Quando somos adoradores? O que barra nossa adoração a ponto de sermos apenas uma platéia? Será que esse é o propósito de Deus pra nós, sermos telespectadores? 



Foram perguntas que saltaram na minha mente.
       Espectador é aquele que assiste. Vê com os olhos do Entretenimento. É aquele que responde: "Ah! Foi legal." Não há amor no espectador. Há sim, devoção pelo sistema, pela “atração”, pelas músicas e homens, mas, não por Deus.
       O espectador está presente por que se sente bem. Não há envolvimento de coração. Quem sabe ele até pense: É certo eu estar aqui. Mas, ainda assim, sem compromisso de alma. Superficial, seria a palavra correta. Vazio.
O espectador não dobra seus joelhos, ou até, faz, seguindo a onda do momento, mas não dobra o coração. Ele não se envolve com o som que sai da boca dos adoradores. Os espectadores não se envolvem com os gritos apaixonados, nem com  as lágrimas dependentes. Afinal, há coisas mais importantes a si pensar. “Eu mesmo”. Ocupados demais em seus corações para Deus. Na mente há apenas pensamentos críticos e indiferentes, preocupações.
       Orgulho enrustido. Aquele que julga criticar a adoração ou o canto apaixonado daquele que ama. O espectador tem dores de corpo e dores de alma. Ele é cheio das dores, e elas lhe prendem como cadeias.
Ele olha preso em sua complacência. Assiste, pensa, pudico, emite um julgamento piriclitante: - Pra quê tudo isso? Por que essa empolgação toda? Vazio! Nada lhe toca. E quando é tocado não sai do raso.
      O Fundo é para aqueles que sabem nadar... os adoradores! Aqueles que mergulham em Deus sabem nadar? Acredito que não! Mas, confiam no oceano do amor daquele ao qual adoram. Jesus!



       Há muitos espectadores na Igreja. Olham tanto a adoração acontecer, que acredito piamente que aquilo que eles treinam fazer a cada culto, a cada momento, instante e oportunidade que o Senhor os dá, irão fazer no ultimo dia e por toda a eternidade. Serão "os olheiros" quando a trombeta soar e verão os salvos subirem, envolvidos na glória daquele que o adoraram por toda a vida.
       O espectador não tem expectativa e é vazio da gloria de Deus, vazio do Rio de Deus, vazio da presença do Pai.
Já ouviu falar de Judas? Sabe qual era o seu problema? Não conhecia o coração do mestre. Satanás precisava de um desses. Alguém que estivesse perto do mestre, mas que não o conhecesse. Judas conhecia o sistema, mas não conhecia o coração do mestre. Quantos Judas temos hoje dentro das Igrejas? Conhecedores do sistema, conhecedores da "visão", mas,  desconhecidos diante de Deus.
       Os adoradores se tornarão parecidos com aquele os quais adoram. Jesus!
Os espectadores? Estão no muro. Note! Não estão fora da Igreja. Não estão fora do sistema. Estão no muro. Vão a praia para olhar. Nunca mergulham! Piamente acredito, que esses procastinadores são os mornos de apocalipse! Serão vomitados pela boca do mestre!
       Espectadores não carregam azeite de reserva, e muitas vezes nem tem azeite, pois ainda não tiveram um real encontro com Deus. Não tem vida em si mesmos. A unção do espectador é aquela que limita Deus pela sua falta de fé, logo confiança, logo relacionamento e por fim intimidade.
Jesus virá buscar uma igreja preparada. Adoração é uma das armas que nos prepara. Precisamos ser uma igreja madura em adoração e Temor à Deus. 


Devemos parar de adorar adoradores, devemos remover a idolatria, os bezerros de ouro do nosso tempo se manifestam através da enfase na benção e não no abençoador, Jesus. Idolatria é tudo que rouba o lugar de Deus dentro de nós.  
  
Espectador ou adorador, qual você vai ser?




Andy Veríssimo Blogueiro

Cristão, publicitário de profissão, teólogo e poeta nas horas vagas. Músico e ministro de louvor, amante de sorrisos, do amor, dos livros e de bacon, é claro. Desde pequeno, sempre escrevi poesias, sempre apaixonado pela escrita decidi colocar alguns desses retalhos num blog.

2 comentários:

  1. Fiquei curiosa por saber o que vc tinha postado! Realmente, algo que nos faz parar pra refletir, ou deveria nos fazer parar... Mas às vezes isso custa muito, o que nos torna expectadores, inclusive, do posicionamento que deveria acontecer!
    Palavra muito edificante, Andy, obrigada por compartilhar!
    Lembrando que ADORADORES É O QUE ELE AINDA BUSCA,E NÃO ADORAÇÃO! Adoração sempre será consequencia de um coração adorador! :)

    bjimmmm

    ResponderExcluir
  2. bem lembrado naty,é um processo! É sim aquele q ainda busca... obrigado pelo acrescimo valioso!

    ResponderExcluir