O desafio do amor - #9


Engraçado, conforme os dias vão passando a gente deixa de tratar quem amamos com carinho e a atenção devida. Nos acostumamos a simplesmente acenar, ou dar aqueles abraços rápidos. No inicio do namoro a gente presta atenção em tudo. Os beijos são demorados, os olhares são quase a leitura de livro. Milimetricamente pensado, observamos até o tom da fala com qual projetamos a nossa amada. Nunca deve soar ofensivo, mas sempre amoroso. Mas com os tempo, isso vai mudando. A intimidade é boa, mas sem atenção, ela gera relaxo. 



#Desafio9

Pense em uma maneira especial de cumprimentar seu cônjuge. Faça isso com um sorriso e com entusiasmo. Então, decida mudar a maneira como cumprimenta de modo que reflita seu amor por ele.

Lembre-se, tudo quanto fazemos deve exalar nosso amor. É por nos esquecermos disso que com os anos, nosso relacionamento esfria.
Andy Veríssimo Blogueiro

Cristão, publicitário de profissão, teólogo e poeta nas horas vagas. Músico e ministro de louvor, amante de sorrisos, do amor, dos livros e de bacon, é claro. Desde pequeno, sempre escrevi poesias, sempre apaixonado pela escrita decidi colocar alguns desses retalhos num blog.

4 comentários:

  1. Adorei o post! Não devemos deixar o tempo atrapalhar nenhum relacionamento. Assim com devemos sempre nos aproximar mais de Deus, assim mesmo deve ser c todos que nos rodeiam.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie May, muitoo obrigado pela visita. Realmente, o amor que nos aproxima de Deus, é aquele que vem dele para nós. Essa semana vou lá visitar seu blog. Mais uma vez obrigado *-*

      Excluir
  2. post maravilhoso!!! e se queremos que o outro mude, nós temos primeiro que mudar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Fabi, acredito muito que as coisas devem começar de algum lugar, e porque não de nós. Porque cobramos dos outros aquilo que pode começar de nós?! Obrigado de coração pela visita, volte mais vezes *¤*

      Excluir