Amante a moda antiga


Sou amante a moda antiga.
Escrevo poesias e envio flores. 
Deixo cartas por debaixo da porta,
escrevo livros dedicados a você.



Sou um amante a moda antiga,

gosto de ligar, com assunto ou sem,
apenas pra saber se está bem,
ou apenas pra ouvir a musica da sua voz...





Sou amante a moda antiga.
Abro a porta do carro pra você entrar,
o que eu tenho não é meu, é nosso,
meu sonho é poder realizar todos os seus...

Sou amante a moda antiga,
Sou amante a moda de Deus,
me realizo dando-te presentes,
dos menores aos maiores e surpreendentes,





Sou amante a moda antiga,
amo andar de mãos dadas com você,
amo ficar te olhando,
passaria dias e dias apenas fazendo isso...

sou amante a moda antiga,
carrego em mim valores desprezados pela sociedade nos dias de hoje...

Sou amante a moda antiga,
sou menino, sou homem, sou trabalhador e príncipe,
Minha pele não é rosada,
Não tenho um cavalo branco, nem olhos azuis,
mas tenho Deus, e Ele é a garantia de que posso te fazer a mulher mais feliz do mundo!

acredito que junto chegamos mais longe, e juntos chegamos mais rápido.





sou amante a moda antiga,
não preciso de um carro com um som batidão que te chama "pôpô", pra te conquistar,
eu só preciso ser gentil,
te respeitar,
e te amar acima de tudo!

Sou amante a moda antiga, e não me envergonho disso.

Andy Veríssimo Blogueiro

Cristão, publicitário de profissão, teólogo e poeta nas horas vagas. Músico e ministro de louvor, amante de sorrisos, do amor, dos livros e de bacon, é claro. Desde pequeno, sempre escrevi poesias, sempre apaixonado pela escrita decidi colocar alguns desses retalhos num blog.

Nenhum comentário:

Postar um comentário