Lâmpada para os pés




Lâmpada para os meus pés é a tua palavra, e luz para o meus caminhos.

Salmos 119:105



Eu acredito que em algum momento da sua vida você já leu esse salmo. Ele é lindo e chama muito a minha atenção pelo grande ensinamento que ele me trás. 

A primeira coisa que observo no texto é a palavra "lâmpada." De maneira bem simples, sabemos que as lâmpadas estão em cima. As lâmpadas são colocadas nas casas no teto para que possa iluminar o todo de um cômodo. O que eu quero chamar atenção aqui, é a intenção do salmista em mostrar que a palavra de Deus é a lâmpada que está nos seus pés. 

Simbolicamente, a palavra de Deus nos pés nos trás a ideia de algo mais específico, intimo e pessoal. Na Bíblia você não encontra as respostas para todos os seus questionamentos. Existem questões que estão na soberania de Deus, e lá é um lugar onde apenas na posição de descanso vivemos com plenitude. Por exemplo, por lá você não saberia qual o nome da pessoa que você vai casar, mas por lá tenho luz para que passo a passo da minha caminhada de vida, eu possa tomar as decisões certas para chegar com sabedoria na minha benção. Eu gosto de pensar que a palavra de Deus ilumina a cada passo que eu dou, pois de fato existe esse mistério em Deus, e que graça haveria se você soubesse o final do filme sem vê-lo do inicio? É tão bom pensar que a cada passo, ele vai me iluminando para que eu não tropece. É tão bom pensar que a cada passo ele vai me iluminando para que eu viva coisas novas e incríveis.

Eu não preciso me preocupar com o que está lá na frente, eu posso descansar sabendo que ele cuida dos meus passos.

Você sabe que se andar por uma estrada cheia de buracos você pode se machucar e andando na palavra de Deus você terá discernimento para andar sempre em lugares planos.

Que Deus te abençoe através desse devocional, e que a lâmpada de Deus esteja sobre seus pés e seu coração.




Andy Veríssimo Blogueiro

Cristão, publicitário de profissão, teólogo e poeta nas horas vagas. Músico e ministro de louvor, amante de sorrisos, do amor, dos livros e de bacon, é claro. Desde pequeno, sempre escrevi poesias, sempre apaixonado pela escrita decidi colocar alguns desses retalhos num blog.

Nenhum comentário:

Postar um comentário