Crônica das lembranças - Meus cantares



 
Saudade do calor do seu corpo,
quando nossa pele se beijava,
quando minhas mãos passeavam por você,
e o seu cheiro impregnava minha alma.


Saudade dos merengues com sabor de sol da manhã,
quando dormia tão fundo no travesseiro do meu peito,
e eu... Eu só olhava.
Era seu vigia, decorava o traçado do seu rosto,
almejava suas linhas dentro de mim.

 
Saudade quando te via de camarote,
te sentia tão perto,
te via tão junto, que sabia a escala de cores dos seus olhos,
e tinha o mapa das pintas em seu corpo.

 
Saudade quando íamos ao game play da cidade,
eu juro que tentava ganhar,
só pra você ficar feliz por ter vencido as partidas.
Perdia de propósito, seu jogo já estava ganho,
eu havia me vendido só pra ter o prazer de te ver feliz.

 
Saudade dos filmes agarrados em meio as cobertas,
o cheiro dos cabelos em meu rosto,
o gosto da pele em minha boca,
no paladar você.

 
As massagens até que dormisse,
os bilhetes embaixo do travesseiro quando acordava,
as surpresas diárias do amor,
com você eu tinha tudo.

 
Como amava massagear seus pés,
subindo devagar até as costas,
seu arrepio no pescoço, as mordidas só pra surpreender.


Como me encanto só de lembrar,
quando toda produzida passava seu brilho nos lábios,
e vinha faceira me seduzir,
só pra me ver caído, rendido, querendo devorar você.

 
São tantas lembranças,
mas das que mais me encanto,
foi a daquela noite.

Uma piada, dona Mafalda,
morrendo de rir me vi jogado em seu sorriso.
Afogado diante das estrelas que estavam em seu olhar. 
Vi mais que alegria, vi felicidade.

Você, meu céu. Você, meu mar.
Eu, apenas um naufrago.

Depois do pancho e da Sprite,
andávamos pelas ruas, sorrindo, amando, sonhando...


Não posso esquecer,
não consigo esquecer.

você, meu tudo,
minha dor,
meu pecado, meu amor.

 
sou igual Hachiko,
"Sempre ao seu lado".
Voltarei a estação todos os dias,
até te ver voltar como na primeira vez para se despedir.
Fiel de uma dona só. 

 
As vezes acho que amor mesmo, só uma vez na vida.
Andy Veríssimo Blogueiro

Cristão, publicitário de profissão, teólogo e poeta nas horas vagas. Músico e ministro de louvor, amante de sorrisos, do amor, dos livros e de bacon, é claro. Desde pequeno, sempre escrevi poesias, sempre apaixonado pela escrita decidi colocar alguns desses retalhos num blog.

18 comentários:

  1. "As massagens até que dormisse,
    os bilhetes embaixo do travesseiro quando acordava,
    as surpresas diárias do amor,
    com você eu tinha tudo. "

    Quanta leveza <3

    ResponderExcluir
  2. Ah o amor ♥. De uma leveza sem tamanho.

    ResponderExcluir
  3. Ah o amor ♥. De uma leveza sem tamanho.

    ResponderExcluir
  4. "Voltarei a estação todos os dias,
    até te ver voltar como na primeira vez para se despedir...
    As vezes acho que amor mesmo, só uma vez na vida".
    Oie.. Quanta delicadeza e doçura nessas palavras. Sua paixão pela escrita me encanta. Eu rabisco algumas coisas também e esse cantinho aqui é uma fonte de inspiração. Te admiro pra caramba Andy! Ah, vou fazer uma pergunta.. Quando surgiu essa paixão pela escrita?
    Fica com Deus Querido Andy ~
    Abraço enorme <3
    - Cassia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa Cássia, fico feliz que minhas palavras de alguma forma servem de inspiração. É muita responsabilidade, e eu fico realmente feliz por isso. Eu não sei dizer ao certo quando tive esse "tino" para escrever. Eu sempre fui mais romântico e sempre que eu me apaixonava por alguém, a escrita era uma forma de eu me expressar. Sempre gostei de escrever coisas que pudessem ler a alma das pessoas. Sabe aqueça sensação quando você lê um texto: - "Eu queria dizer exatamente isso, mas não sabia como!". Eu gosto de textos que leiam a alma, e procuro escrever com essa profundidade.

      Deus te abençoe, e sinta-se livre pra me enviar algo que eu certamente postarei aqui no blog.

      bjs Andy

      Excluir
  5. Respostas
    1. Dayy, obrigado pela visita, que bom que gostou sz
      bjs Andy

      Excluir
  6. Que coisa mais linda essa crônica Andy <3 amei!!!! Puro amor nas palavras.

    blogamay.wordpress.com

    :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigadooo May, fico feliz que tenha gostadoo *-*

      Excluir
  7. Que lindo!!! Hoje em dia é difícil encontrar homens assim românticos, Parabéns pelo post, Estou encantada, você é um verdadeiro poeta.

    ResponderExcluir
  8. Que lindo!!! Hoje em dia é difícil encontrar homens assim românticos, Parabéns pelo post, Estou encantada, você é um verdadeiro poeta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. haha obrigado Fabi, Deus é sempre a inspiração. Deus é romântico! Obrigado pela visita!

      Excluir
  9. Muito lindo!!!!
    http://gidiferentona.wixsite.com/umamentediferentona

    ResponderExcluir